Todo mundo conhece bem a minha relação com a bicicleta. O amor que tenho por ela

Avaliações:
{[['']]}

Catarina Silver

Todo mundo conhece bem a minha relação com a bicicleta. O amor que tenho por ela.

Ela me deu uma liberdade que antes não tinha: o direito de ir e vir. Mas, não somente isso, ela me proporcionou ver o mundo de outra maneira. Antes eu me sentia alheia a cidade, como se fosse uma estrangeira na minha própria cidade, a bicicleta me deu a chance de ver a cidade, de me sentir parte dela. É algo que você só consegue com o vento na cara, com a chance de ver o que acontece fora de uma lata que é o carro e outros automóveis motores. A bicicleta me fez entender que a cidade precisa ser ocupada para existir, ocupada de pessoas, de festas, de alegria, de vida! Tantas festas, cinemas, praias, rolês eu pude ir graças esse transporte de duas rodas. A bicicleta também me fez entender melhor o que é o feminismo, a importância dele nesse mundo tão cruel com as mulheres, aonde até as mulheres enxergam com os olhos do patriarcado. Quantas vezes eu voltei de bike com medo de uma abordagem, de ser estuprada, ferida... Quantos assédios sofri como se o fato de tá na rua em cima de uma bike autorizasse qualquer comentário sobre o meu corpo, meu sexo... Quantas ameaças sofri por ser mulher e logo para o mundo, sexo frágil...

A bicicleta também me abriu caminho ao veganismo, a entender que é menos um veículo poluindo, entender a importância do lixo que produzimos. Entender que ao jogar lixo fora, não existe esse "fora", esse lixo vai para algum lugar e geralmente para o mar, colocando em risco milhares de vidas marinhas.

A bicicleta continua me transformando, empoderando-me, enchendo meus dias de mais vida e esperança. Um ótimo dia para vocês!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.